Usar alfaiataria com camiseta é legal – desde que você não siga a fórmula de Jamie Dornan

Ator de ”Cinquenta Tons de Cinza” prova a importância de fazer as escolhas certas na hora de atualizar o visual

O costume com camisa no visual de Jamie Dornan (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)
O costume com camisa no visual de Jamie Dornan (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)

Há um tempo insistimos na tecla que trocar a camisa por uma camiseta básica na hora de usar alfaiataria é uma opção moderna e cheia de estilo – ainda mais se o visual vier arrematado por um baita sneaker. Neste caso, alguns cuidados são necessários para que você vença a barreira tênue entre o toque casual cool e o desleixado – caso contrário, você corre o risco de sair por aí com um visual semelhante ao de Jamie Dornan, estrela de Cinquenta Tons de Cinza (ainda que o look dele não seja, de fato, um costume propiamente dito).

Para começar, o fato de colocar a camiseta branca por dentro da calça já mudaria muito no resultado da fórmula (modelos mais justos e em algodão maleável, como o pima, também fazem a diferença). A qualidade do costume é fundamental: prefira opções em tecidos que passam longe do efeito brilhante – sempre no seu tamanho, é claro.

Meias? Prefira as invisíveis (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)
Meias? Prefira as invisíveis (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)

Nos pés, invista em tênis básicos ou sneakers descolados em cores neutras que conversem com a camiseta (ou com a cor do costume). A melhor pedida é usar meias invisíveis, deixando as pretas, as coloridas e (por favor!) as sociais longe do visual. O mesmo funciona para os blazers com calças chino (como no look de Dornan), modelo que podem ser uma boa alternativa para a alfaiataria clássica.

Fonte: GQ Brasil

Mats Hummels é o novo embaixador da TAG Heuer e o rosto oficial da parceria da marca com a Bundesliga

A TAG Heuer, a relojoaria suíça de vanguarda, parceira e cronometrista oficial da primeira e da segunda divisão da Bundesliga (ligas nacionais) da Alemanha, apresenta a nova composição da equipe: Mats Hummels, zagueiro do FC Bayern München, vai se juntar ao “dream team” de embaixadores!

image001

Depois de vencer a Copa do Mundo 2014 com o time alemão e ganhar status internacional de estrela, Mats Hummels é amplamente reconhecido como um dos melhores zagueiros na Bundesliga. Considerado como um gênio no que diz respeito a técnica e táticas, ele está prestes a estabelecer novos padrões de referência. Ele também é um dos jogadores mais justos da Bundesliga.

Para apoiar a UNICEF – a instituição beneficente preferida de Mats – a TAG Heuer irá doar €5 para cada minuto que Mats estiver em campo nas próximas 16 partidas da Bundesliga até o Natal. Como sinal do seu comprometimento, e em alusão ao número 5 da camisa que Mats veste, um cheque no valor de € 5.555 foi entregue ao representante da UNICEF pelo próprio Mats Hummels e pelo Diretor Comercial Regional da TAG Heuer, Philippe Roten.

Mats Hummels declarou: “A marcação do tempo é especialmente importante no futebol – ao receber a bola, em cada entrada e em cada ataque, até o segundo final de uma partida. Por isso faz todo sentido eu sempre ter tido consciência do fator tempo. Há muito tempo que venho acompanhando as atividades da TAG Heuer e sempre fiquei fascinado pelos novos avanços e inovações, e pelo time de fantásticos embaixadores que representam a marca globalmente”.

Jean-Claude Biver, CEO da TAG Heuer e Presidente da Divisão de Relógios do grupo LVMH, disse o seguinte sobre a nova parceria: “Mats é um jogador que dita o tom em virtude de sua mentalidade e seu carisma. Ele é elogiado por sua calma ao controlar a bola e pela confiança que irradia, mesmo em situações de grande pressão. Ele é a genuína personificação do que a marca TAG Heuer representa com o seu slogan #DontCrackUnderPressure.” “O futebol é o esporte mais popular do mundo. Ele é como uma linguagem entre as pessoas, ou uma religião. Com o futebol, transmitimos paixão, emoção, alegria, sonhos, espírito de equipe, organização, estratégia e vitória, valores que também estão presentes na nossa marca e, mais importante, nas pessoas que compram e usam nossos relógios”, complementou Jean-Claude Biver.

Sobre a TAG Heuer – The avant-garde of Swiss watchmaking since 1860 (Na vanguarda suíça relojoeira desde 1860). Desde então, a TAG Heuer está sempre ultrapassando seus limites para inventar relógios para aqueles que adoram desafiar as convenções. A expertise técnica está sempre a serviço da maestria de medir o tempo com uma precisão extrema, principalmente quando se trata da criação de relógios excepcionais. Os novos modelos da marca revelam uma dinâmica da gestão de Jean-Claude Biver, CEO da TAG Heuer e presidente da divisão de relógios do Grupo LVMH: desenvolvimento e produção mais rápidos e um ambiente inteiramente reorganizado.

Fonte: Mosaike